September 28, 2017

September 27, 2017

September 26, 2017

September 26, 2017

September 26, 2017

September 26, 2017

September 26, 2017

September 26, 2017

Please reload

Posts Recentes

Ruidosas, com o dever de sermos insuportáveis

November 1, 2017

1/10
Please reload

Impressões do dia

Breve notas de um talvez desabafo

September 26, 2017

PRIMEIRA PARTE:
  Quando estava na escola, ao ler os livros de biologia, percebia que o termo "raça" havia caído quando se tratava da espécie homo sapiens, NOTÁVEL! Finalmente descobriram a partir da paleontologia, genética e etnologia, que essas subespécies de humanos não havia sentido algum. 

 

 Na verdade, somos filhos de uma cultura mãe, que pode SIM ser misturada com outras e outras, pode-se ser SIM, filho de várias "culturas mãe"! Sendo possível formar um outro conjunto cultural. Essa velha história de humanos divididos em grandes raças, onde uma pode se sobrepor à outra, não passa de afirmações sem estudos úteis e sem embasamento, somos uma espécie só e é isso mesmo de igualdade. RAÇA, para os humanos, é um termo que não devemos aceitar, até porque foi criado a partir das diferenciações fenotípicas e geográficas para afirmar uma "raça primordial", que por NOVIDADE serviu para classificar por um europeu a "raça branca", como a raça inteligente.

 

 Essa coisa de diferenciação da raça, tendo uma superior, levando em conta a NORMATIVIDADE, bom, você entende o que eu digo quando uso essa palavra, é tão antigo e já saiu da boca e escritos de gente tão conceituada, que até, SIM, ELE, nosso talvez amado Aristóteles, que fez várias afirmações, a partir de seus estudos, erradas, considerando PRETOS e MULHERES sem alma e nós temos total noção do que era alma para os gregos naquela época, não é?

 

SEGUNDA PARTE:

 Meu pai é preto, preto e alto, minha vó é preta, preta e índia, minha mãe é branca e alta, uma estrutura grande, minha vó é branca e de estrutura corporal pequena. Eu não sei bem o que sou culturalmente, mas meu fenótipo é tudo isso e um pouco mais: Sou preta, índia, branca, meu registro diz que sou parda, sou uma caixinha completa de lápis de cor, alguns ainda dizem que tenho traços árabes e por vezes olhos de chinês, se é que você me entende. Sou humana, com todos os As.

 

 Sei bem que antepassados meus e teus foram refugiados, aprisionados, "desalmados", foram jogados às margens, tiveram que se virar como puderam e nem sei, na verdade, se eles se viraram, mas eu estou aqui, não estou? E tem um monte mais que está. RESISTINDO.

 

 - discriminação, xenofobia, misoginia, TÁ TODO MUNDO JUNTO! ESTAMOS RESISTINDO! 

 

 AGORA QUERO QUE LEVANTEM A CABEÇA: AS PRETA, AS ÍNDIA, AS MACUMBEIRA, AS BICHA, AS GAY, AS BI, AS TRAVA, AS TRANS, AS SAPATÃO, PORQUE HOJE SEREMOS APLAUDIDAS DE PÉ!

Share on Facebook
Share on Twitter
Please reload

Siga
Please reload

Arquivo
  • Black Facebook Icon
  • Black Instagram Icon
  • Black YouTube Icon